Uma história de superação

Há um bom tempo, venho questionando qual é o verdadeiro propósito da minha existência. Neste sentido, volta e meia, surgem algumas reflexões em torno da minha trajetória de vida e como isso se reflete nos frutos que tenho colhido.

A história começa na minha infância, quando ainda muito nova perdi o meu pai de maneira trágica em um acidente. Desde então, a minha mãe assumiu o duplo papel na minha criação.

O percurso foi marcado por muitos sacrifícios, fui criada em uma cidade muito pequena no interior de Minas Gerias, onde as oportunidades e recursos eram muito restritos, e moramos muitos anos de favor na casa dos meus avós.

Na época da faculdade, minha mãe e eu nos mudamos de cidade para dar procedimento aos meus estudos: essa foi uma fase muito difícil, porque recomeçamos a vida com apenas um colchão, geladeira e fogão comprados em uma loja de móveis usados. A minha mãe fazia trufas para complementar a renda, eu as vendia na faculdade e ela as vendia nas ruas. E, foi assim, com muita garra e luta, que vencemos essa etapa.

O meu primeiro trabalho como arquiteta e urbanista foi em um escritório de arquitetura e paisagismo. Eu desempenhava a função de secretária e desenhista, e a remuneração era proporcional à metragem quadrada de área construída desenhada (R$ 0,50/m²). No final de dois meses, recebi como pagamento, um cheque pré-datado no valor de R$ 200,00.

Em busca de melhores oportunidades, comecei a espalhar currículo, até que um dia, vasculhando os meus e-mails, encontrei entre os spams uma convocação para entrevista na área de urbanismo, graças à minha experiência de estágio na prefeitura; fui selecionada para a vaga. Fiquei muito satisfeita com o novo trabalho, tive êxito, fui promovida, fiz bons amigos... mas, ainda assim, sentia que algo estava faltando... eu não estava me sentindo realizada. Foi aí que Deus enviou para mim um anjo, o qual me deu de presente um livro chamado “O Segredo”. A partir dessa leitura, percebi que, para alcançar o que tanto desejava, eu tinha que parar de me concentrar nas coisas que não queria e canalizar a minha mente para aquilo que eu almejava.

Passado o tempo, me casei e moro no Rio de Janeiro há aproximadamente dois anos e meio. No primeiro ano, fiquei espalhando currículo, mas, devido às circunstancias econômicas do nosso país, não cheguei a ser chamada para nenhuma entrevista. Foi então que, no início de 2016, tive a idéia de fazer artesanato para vender. Saí na cara e na coragem, comprei uns recortes de feltro e passei a fazer à mão almofadas e pesinhos de porta. Com as vendas desses produtos, comprei uma máquina de costura caseira (detalhe: eu nunca havia, sequer, mexido em uma máquina), aprendi o manuseio empiricamente e, dessa maneira, comecei a ampliar o meu leque de produtos. As encomendas foram aumentando até que senti a necessidade de criar uma marca e agregar mais valor aos meus trabalhos.

No decorrer do tempo, as vendas foram esfriando e consequentemente o desânimo surgiu novamente. Foi aí que resolvi ler pela segunda vez o livro “O Segredo”, mas, dessa vez, as palavras me tocaram profundamente. Percebi que Deus estava me dando uma segunda oportunidade, mas eu não estava sabendo aproveitar da maneira correta. Entendi que não precisava ignorar tudo o que havia acumulado de conhecimento no decorrer da minha vida para construir uma nova trajetória.

O primeiro passo na minha mudança foi traçar objetivos, pensar em como unir as minhas experiências vividas na arquitetura e artesanato, estabelecer um conceito e me dedicar integralmente às buscas de uma atuação que abarcasse todos os meus objetivos. E, foi assim, que surgiu o design de estampas na minha vida.

A partir daí, tudo fez sentido para mim. Sempre me imaginei como uma profissional ligada às artes, a criatividade faz parte do meu DNA. Sinto-me ainda mais realizada em poder unir a minha paixão às causas sociais e de sustentabilidade.

Sou grata por toda a minha trajetória, cada tropeço serviu para aumentar a minha garra de seguir em frente e de prosperar. Hoje, mais do que nunca, sei que dentro de mim habita o poder de alcançar tudo o que eu desejar.